11/01/2019 16h43 - Atualizado em 11/01/2019 16h47

Polícia Militar Ambiental apreende 17 pássaros silvestres mantidos em cativeiro no município de Itaguaçu

Nesta quinta-feira (10) uma equipe da 1ª Companhia do Batalhão da Polícia Militar Ambiental (BPMA) realizou a apreensão de 17 pássaros silvestres mantidos em cativeiro de forma irregular no município de Itaguaçu.

Foi verificada a presença de vários espécimes de aves em cativeiro em cinco residências, totalizando um Araçari, sete Trinca-Ferros, oito Coleiros, e um Catatau, este na lista oficial de animais ameaçados de extinção, disponível no site do IEMA (Instituto Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos), órgão público responsável pela gestão de criação amadorista de passeriformes no Estado do Espírito Santo.

Os 17 pássaros apreendidos, entre eles um Araçari com asa debilitada, foram encaminhados ao Centro de Reintegração de Animais Silvestres (CEREIAS), no Município de Aracruz, onde passarão por uma triagem a fim de serem inseridos no processo de reabilitação e devolvidos à natureza.

Os responsáveis assinaram um termo de compromisso e irão comparecer em juízo para responder pelo crime de manutenção de animal silvestre em cativeiro, conduta tipificada no art. 29 da Lei 9.605/98, Lei de Crimes Ambientais.

O BPMA solicita o apoio da população por meio de Denúncias Anônimas via 181 ou pela Internet no Site www.disquedenuncia181.es.gov.br, que apresenta um ícone destinado as denúncias de Crimes Ambientais.

Informações à Imprensa:

Diretoria de Comunicação Social PMES 

CORONEL ALESSANDRO OLIVEIRA LUBE
Tel. (27) - 3636-8717 / 3636-8718 
E-mail: secretaria.dcs@pm.es.gov.br

Subseção de Jornalismo PMES: 
1º TENENTE ANTHONY MORAES COSTA 
Tels. (27) 99625-1106 / 98823-8857

Assessoria de Comunicação da POLÍCIA MILITAR

Priscila Barcelos

(27) 3636-1573 / 98802-3244


Fernanda Bollis

(27) 3636-1577  99862-4006

E-mail: comunicapmes@gmail.com

Assessoria de Comunicação da SESP

Victor Muniz

(27) 3636-1572 / 99284-3303

E-mail: comunicasespes@gmail.com

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard