09/03/2018 18h05

Polícia Civil dá início ao ciclo de palestras do “Homem que é Homem” em 2018

A Polícia Civil iniciou as ações do projeto “Homem que é Homem” para este ano. Um grupo de 19 homens, que respondem algum procedimento referente à Lei Maria da Penha, participou das orientações sobre o projeto. A reunião foi realizada, nessa quinta-feira (08), no auditório Eduardo Ponzo Peres, na Chefatura de Polícia, em Vitória.

As orientações foram repassadas pela assistente social da Polícia Civil Helena de Carvalho e pela titular do Distrito Policial de Atendimento à Mulher (DPAM) de Cariacica (DPAM), delegada Michelle Meira. Durante a palestra os participantes receberam informações de como funciona a Lei Maria da Penha e os aspectos jurídicos dela. “Além de receberem as orientações, os participantes também puderam tirar dúvidas a respeito da aplicação da lei que visa a coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher”, informou a delegada.

 Ao final da reunião, 11 dos participantes aderiram ao projeto e decidiram dar continuidade às ações que visam contribuir para a redução do índice de reincidência de violência contra a mulher.

Niev

Criado em abril de 2015, o Núcleo Interdisciplinar de Estudos e Elaboração de Ações para o Enfrentamento à Violência (Niev) tem como objetivo desenvolver projetos, pesquisas e ações utilizando uma abordagem interdisciplinar na discussão das relações que envolvam as violências, visando à prevenção da violência e à redução dos índices de violência contra a mulher.

Sob a responsabilidade administrativa da Polícia Civil, o Niev é composto por psicólogos e assistentes sociais da Polícia Civil alocados nas Delegacias, bem como por profissionais de áreas afins da Polícia Civil, que se reúnem, mensalmente, para emitir relatório das ações desenvolvidas e execução de projetos e analisar os dados estatísticos fornecidos pelos Distritos Policiais de Atendimento à Mulher.

“Homem que é Homem”

Lançado em 2015 e idealizado por psicólogas e assistentes sociais da Polícia Civil, o projeto “Homem que é Homem” foi desenvolvido para reflexão e responsabilização de homens autores de violência doméstica. A ação tem por objetivo contribuir para a redução do índice de reincidência de violência contra a mulher.

Para isso, homens agressores que foram denunciados nos Distritos Policiais de Atendimento à Mulher são convocados a participar de um ciclo de palestras com temas voltados para a desconstrução de ideias sexistas e machistas, a fim de estimular formas pacíficas de lidar com os conflitos.

As reuniões acontecem uma vez por semana e totalizam cinco encontros, incluindo a de apresentação do projeto. Estes homens participam de encontros organizados por uma equipe psicossocial da Polícia Civil. O primeiro acontece por meio de intimação judicial, mas, depois, a permanência e frequência aos outros quatro encontros é voluntária. Em cada reunião são apresentados conceitos para uma cultura de respeito e não violência.

Os temas abordados contemplam relações de gênero, formas pacíficas de lidar com os conflitos, identificação e reflexão a respeito das violências nas relações, bem como aspectos relativos à relação familiar, propondo pensar o espaço subjetivo ocupado na família como um lugar democrático de convivência.

 

Informações  

Assessoria de Comunicação Polícia Civil

Comunicação Interna - (27) 3137-9024

Agente de Polícia Fernanda Pontes

imprensa.pc@pc.es.gov.br

Texto: Fernanda Pontes

 

Atendimento à Imprensa

Paula Lima: (27) 3636-1536 / 99846-1111

Leidy Mendonça: (27) 3636-9928 / 99607-2978

comunicapces@gmail.com

 

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard