08/06/2017 14h33 - Atualizado em 08/06/2017 14h49

Governo do Estado nomeia candidatos para a Polícia Civil

Vinte escrivães de Polícia, 10 Delegados, cinco Médicos-legistas e três Assistentes Sociais foram nomeados, nesta quarta-feira (07), pelo governador Paulo Hartung. Eles foram aprovados no último concurso da Polícia Civil (PC) e atuarão no lugar dos servidores que pediram exoneração do órgão ou que não tomaram posse dos cargos citados. 

A ação, realizada no Palácio Anchieta, reforça o cuidado da gestão com a área da Segurança, que é uma das responsáveis pela entrega de serviços essenciais à população.

O governador Paulo Hartung reafirmou acreditar que o país está próximo de superar a crise socioeconômica que vivência. O governador relembrou que o Estado está com as contas organizadas e pagamento de servidores e fornecedores em dia. "As novas nomeações são reposição de profissionais foram para outras áreas e atividades da Polícia Civil", pontuou Hartung.

Durante a assinatura do decreto, a secretária de Estado de Gestão e Recursos Humanos (Seger), Dayse Lemos, aproveitou para ressaltar que o processo de nomeação foi definido em consonância com o cenário econômico vivido pelo Estado e com a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

“Estudamos essas nomeações considerando a necessidade de repor o quadro de pessoal da Polícia Civil, que é um órgão que desempenha funções importantes, mas atentos à realidade econômica que enfrentamos. As contratações desses profissionais trarão benefícios aos cidadãos, sem interferir no equilíbrio das contas do Estado”, destacou Dayse.

Para o secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp), André Garcia, essa ação demonstra a preocupação da administração com o trabalho desenvolvido pelos policiais, que tem sido essencial para a redução dos índices de criminalidade. “O ato de hoje é um compromisso do governo em reforçar o nosso efetivo. Este gesto tem um simbolismo muito grande pelo atual cenário e só conseguirmos fazer isso porque a casa está organizada. Temos este compromisso com nossos policiais”, afirmou.

O decreto com os nomes dos convocados será publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (08). A partir dessa data, eles terão um prazo de 30 dias corridos para ir à Central de Atendimento ao Servidor (CAS) tomar posse do cargo e de 15 dias para exercer a função.

A documentação necessária, o formulário e os procedimentos para a posse estão disponíveis no linkwww.seger.es.gov.br/posse-servidor-efetivo. A CAS funciona de segunda a sexta-feira (com exceção dos feriados e pontos facultativos), das 09 às 17 horas, na Avenida Governador Bley, nº 236, Edifício Fábio Ruschi, Sobreloja, Centro de Vitória.

Informações à imprensa

Assessoria de Comunicação da Sesp

Júnior Costa

jrcostah@gmail.com

 

Assessoria de Comunicação Polícia Civil

Paula Lima e Marina Galvêas

comunicapces@gmail.com

 

Assessoria de Comunicação Seger

Vitor Possatti Rodrigues
vitor.rodrigues@seger.es.gov.br   

Éricka de Almeida Silva

ericka.silva@seger.es.gov.br

Texto: Vitor Possatti

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard