24/07/2017 17h04

Capacitar para Transformar: segundo módulo é encerrado

Os agentes de segurança pública que participaram do segundo módulo do projeto ‘Capacitar para Transformar’ foram surpreendidos por uma apresentação musical na manhã desta segunda-feira (24). A surpresa – que fez parte da programação de encerramento desta fase da ação – foi realizada por alunos da Escola de Ensino Fundamental João Paulo II, do município de Serra.

A apresentação ocorreu logo após o intervalo do último dia de curso. Ao retornarem para casa, os cursistas foram recebidos pelo grupo Musicalização, composto por 12 crianças do bairro Jardim Carapina. As crianças interpretaram um dos maiores sucessos da música brasileira dos últimos tempos, ‘Trem Bala’, da cantora Ana Vilela, deixando os presentes emocionados.

A segunda etapa do projeto envolveu 37 profissionais, entre policiais civis, militares, federais, guardas municipais, bombeiros militares e membros do Departamento Estadual de Trânsito (Detran|ES). Os encontros ocorreram uma vez por semana, na Esesp, e foram conduzidos pelos docentes Karina Uchôa e major Sandro Campos.

O projeto é uma ação da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) em parceria com a Escola de Serviço Público do Espírito Santo (Esesp). Ele tem como objetivo de promover uma aproximação entre a sociedade, o poder público e os profissionais que realizam o trabalho de segurança nestes espaços.

O encerramento também foi marcado pelo encontro, pela primeira vez, desses agentes com as lideranças e conselheiros comunitários de Serra, que participaram da primeira fase do Projeto. O momento serviu como uma preparação para a terceira e última fase do ‘Capacitar para Transformar’, que prevê um momento em conjunto entre os dois públicos em sala de aula.

A subsecretária de Estado de Integração Institucional Gracimeri Gaviorno aproveitou a oportunidade para falar sobre como o projeto foi pensado. De acordo com ela, não teria como pensar a segurança sem colocar nesse espaço de diálogo a comunidade, tornando essa relação mais próxima.

 “Também por isso pensamos em uma capacitação regionalizada, como foi nesta primeira turma, com pessoas do município de Serra. Porque são nesses espaços coletivos que a gente exerce nossa cidadania e passa a encontrar as pessoas que têm experiências semelhantes aos nossos no que diz respeito aos desafios encontrados”, disse.

 Para a diretora técnica da Esesp Sylvana Torres, a iniciativa mostra o esforço do Governo em criar uma rede cada vez mais forte com a sociedade. “Quando a gente começa a abrir mão de ‘fazer para’ e assume o desafio de ‘fazer com’, você começa a se libertar da ideia de que sabe o que o outro precisa e passa a aprimorar a escuta, dando o outro a voz para que ele fale por si”, completou.

Ao final do encerramento, as lideranças e conselheiros entregaram uma mensagem aos agentes. Entre os trechos, estava: “É muito bom estar perto de pessoas que exercem uma carreira considerada difícil, mas tão nobre [...]. Nada é mais gratificante do que conviver com aqueles que nos protegem e selam pelo que temos de mais importante: a liberdade, o patrimônio e a vida”.

 

 

 

Ação na comunidade

A primeira etapa do projeto foi iniciada no município de Serra e envolveu lideranças e conselheiros comunitários de diversos bairros. Uma vez por semana eles se reuniam para se aprofundarem em um assunto diferente.

No total, foram realizadas cinco oficinas, com os seguintes temas: “O que podemos fazer juntos pela Segurança Pública”; “Diálogos de Três”; “Mobilização”; “Roda de Conflitos” e “Mão na massa”. Os momentos foram conduzidos pelas docentes Marizinha Coqueiro, Karina Uchôa, Danielle Laudino e Margarida Eugênia.

 

Informações à imprensa:

Assessoria de Comunicação da Seger

Vitor Possatti Rodrigues

vitor.rodrigues@seger.es.gov.br

Assessoria de Comunicação da Esesp

Renan Correia Chagas

renan.chagas@esesp.es.gov.br

Tel.: 3636-6720 / 3636-6719

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard